sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

A Publicidade e o Novo Consumidor na era das Mídias Digitais

Com novas ferramentas de comunicação nas mãos, o diálogo entre empresas/marcas e consumidores passa a ser necessário, uma vez que o mercado se tornou muito mais voraz e o consumidor mais atento à compra que é feita e o retorno por ela proporcionado. 

Antigamente, o processo de consumo era pautado em produtos sem variações, praticamente padronizados, que possuíam embalagens e qualidades semelhantes, assim, o consumidor não tinha muitas opções e as empresas não viam a necessidade de agregar diferenciais aos mesmos.



Contudo, a aceleração dos processos econômicos ao longo das décadas de 60 e 70 culminou na formação plena de uma sociedade direcionada ao consumo e a publicidade como forma principal de venda seja de produtos, de conceitos e ideologias.




Com o desenvolvimento da internet, das novas mídias e tecnologias e a chegada dos anos 2000, os limites antes presentes começam a se diluir e assim novas oportunidades para atingir os públicos de interesse surgiram. Além da internet, presenciamos também as Redes Sociais, a TV Digital, o Smartphone, o Out of Home, que conseguiram fazer com que os hábitos do consumidor se alterassem. 


O consumidor do século XXI, chamado de novo consumidor, está cada vez mais exigente, seletivo e consciente dos seus direitos, querem aquilo que tenha realmente boa qualidade, que seja relativamente barato e proporcione economia de tempo. 




Esse novo consumidor apresenta hoje um caráter muito mais expressivo do que os de algumas décadas atrás, participa de forma ativa no nascimento de novas tendências, atitudes de compras, crenças e valores, e não está ligado a somente suprir necessidades, mas sim a desejos e sonhos.  




Saber acompanhar o ritmo pós-moderno atendendo esse público onde quer que ele esteja, em meio há explosão de tantos concorrentes e as inúmeras maneiras de se comunicar é o grande desafio para as empresas e agências de publicidade atuais. 
Estar atento às novas tecnologias, ao mundo digital, aos hábitos dos consumidores exige cada vez mais redefinições das estratégias adotadas, além da contínua inovação e adaptação.

Não é necessário deixar as mídias offlines de lado, mas a cada dia vemos que a presença digital é extremamente necessária e para que tenhamos campanhas de sucesso, a melhor fórmula é a integração desses meios.

Nos próximos posts falaremos sobre como atingir de maneira eficaz esse novo consumidor, como chegar até ele e despertar a sua atenção que é cada vez mais difícil e concorrida e quais as melhores ferramentas a serem utilizadas para se manter presente no mercado, gerar relacionamento, e claro, lucro para sua empresa.

Por: Aline Mendes


3 comentários:

André Tomazetti disse...

Ótimo post. Parabéns!

Realmente a internet trouxe mudanças enormes nos fundamentos do mercado, mexeu muito na base. Pena que muitas empresas estão esperando seus resultados caírem para acordarem.

Lili Mendes disse...

Concordo plenamente André, sempre quando vou dar consultoria pra uma empresa sinto essa dificuldade em explicar a importância de se investir em marketing digital, a maioria ainda é muito desconfiada dos resultados. Mas vejo que o mercado está evoluindo, principalmente o goiano, com eventos na área e uma turma muito boa crescendo junto, como você!

Fernando Modesto disse...

Parabéns pelo post!
Um ponto importantíssimo ao qual me atentei foi a respeito da permanência online dos novos consumidores e de sua confiança em conselhos não somente de amigos, mas de conhecidos e desconhecidos online também. Isso é uma dica e tanto sobre como e por que meios às empresas devem divulgar suas marcas e produtos!