sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Brincadeira cansa.

Não entendo porque as pessoas querem fazer de tudo pra chamar sua atenção.. despertar ciúme e te deixar morrendo de raiva. Isso é saudável?

Desonestidade intelectual pra mim é fazer/falar coisas ofensivas e, depois de perceber o estrago, dizer "estava só brincando". Muito fácil brincar com os sentimentos dos outros né.. a pessoa se coloca na sua zona de conforto e não mede as consequências de suas atitudes.

Estratégia covarde porque joga no ofendido a pecha de não ter bom humor e no ofensor a de ser "descolado" ou engraçado. Pra que ligar pro que os outros vão pensar? Sociedade maldita.

Esse povo finge não perceber a ofensa que comete até que o outro se manifeste. Como a maioria se cala, o comportamento vai se multiplicando.

Mas, hoje eu decidi. Não quero mais isso à minha volta.


domingo, 17 de outubro de 2010

Um pouco de alma

Como a chuva deu um banho ontem no show da Zélia em Pirenópolis, hoje o post é de uma música que eu identifico muito e que fez a galera sair do chão em meio ao temporal. O cabelo não durou nada, mas lavamos a alma para o resto do mês.. e a energia que rolou, ah essa foi indescritível.


Muitas perguntas
Que afundas de respostas
Não afastam minhas dúvidas
Me afogo longe de mim
Não me salvo
Porque não me acho
Não me acalmo
Porque não me vejo
Percebo até
Mas desaconselho...

Espero a chuva cair
Na minha casa, no meu rosto
Nas minhas costas largas
Eh! Eh! Eh!
Espero a chuva cair
Nas minhas costas largas
Que afagas enquanto durmo
Enquanto durmo
Enquanto durmo...

De longe parece mais fácil
Frágil é se aproximar
Mas eu chego, eu cobro
Eu dobro teus conselhos
Não me salvo
Porque não me acho
Não me acalmo
Porque não me vejo
Percebo até
Mas desaconselho...


sábado, 25 de setembro de 2010

"A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso. Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara pra faculdade. Você vai pro colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando... E termina tudo com um ótimo orgasmo!!! Não seria perfeito?"

[Charles Chaplin]


sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A primavera me trouxe


É primavera chegando
A esperança renascendo
O colorido tingindo
O caminho do passante
Desencasula... para a vida
Desacrisola... para a maturidade
As forças da natureza me deixam e êxtase


Momento de recomeçar
Floreça em mim a primavera de minh'alma
As lágrimas transformem-se em suave brisa
Ou num orvalho manso a regar meu coração...
Estação das flores dentro de mim,
Reaja ao inverno sequioso dos sonhos meus
E brotem novos sonhos
Novas forças,
Nova vontade de sonhar.


Caminho lentamente, mas com firmeza
Esqueço o que doeu
Apago o traço da dor
Construo ruas de felicidade
Onde dançarei a dança da paz
Com o arco-iris a brincar
Ao vento vão os pensamentos
Novos sonhos, novos alentos


O tempo... ah, o tempo! Meu íntimo confidente,
A primavera me trouxe.
Um dia novo está surgindo
Um sonho novo me envolve
Vida nova...
Saúde...
Paz...
Enfim, a primavera me beija a face.


quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Aos meus heróis..

Porque eu adoro essa música e esse cantor fofo com sua voz linda e doce. Não deixe de ler a letra escutando a música cantada por Chay ;) #tudo.


video


Faz muito tempo que eu não escrevo nada,
Acho que foi porque a TV ficou ligada
Me esqueci que devo achar uma saída
E usar palavras pra mudar a sua vida.

Quero fazer uma canção mais delicada,
Sem criticar, sem agredir, sem dar pancada,
Mas não consigo concordar com esse sistema
E quero abrir sua cabeça pro meu tema

Que fique claro, a juventude não tem culpa.
É o eletronic fundindo a sua cuca.
Eu também gosto de dançar o pancadão,
Mas é saudável te dar outra opção.

Os meus heróis estão calados nessa hora,
Pois já fizeram e escreveram a sua história.
Devagarinho vou achando meu espaço
E não me esqueço das riquezas do passado.

Eu quero “a benção” de Vinícius de Morais,
O Belchior cantando “como nossos pais”,
E “se eu quiser falar com...” Gil sobre o Flamengo,
“O que será” que o nosso Chico tá escrevendo.

Aquelas “rosas” já “não falam” de Cartola
E do Cazuza “te pegando na escola”.
To com saudades de Jobim com seu piano,
Do Fábio Jr. Com seus “20 e poucos anos”.

Se o Renato teve seu “tempo perdido”,
O Rei Roberto “outra vez” o mais querid
o.

A “agonia” do Oswaldo Montenegro
Ao ver que a porta já não tem mais nem segredos.

Ter tido a “sorte” de escutar o Taiguara
E “Madalena” de Ivan Lins, beleza rara.
Ver a “morena tropicana” do Alceu,
Marisa Monte me dizendo ”beija eu”
Beija eu, Beija eu Deixa que eu seja eu
Beija eu, beija eu deixa qe eu seja eu

O Zé Rodrix em sua “casa no campo”
Levou Geraldo pra cantar no “dia branco”.
No “chão de giz” do Zé Ramalho eu escrevi
Eu vi Lulu, Benjor, Tim Maia e Rita Lee.

Pedir ao Beto um novo “sol de primavera”,
Ver o Toquinho retocand
o a “aquarela”,

Ouvir o Milton “lá no clube da esquina”
Cantando ao lado da rainha Elis Regina.

Quero “sem lenço e documento” o Caetano
O Djavan mostrando a cor do “oceano”.
Vou “caminhando e cantando” com o Vandré
E a outra vida, Gonzaguinha, “o que é?”

Atenção DJ faça a sua parte,
Não copie os outros, seja mais “smart”.
Na rádio ou na pista mude a seqüência,
Mexa com as pessoas e com a consciência.

Se você não faz letra inteligente
Fica d
ominada, limitada a mente.

Faça refletir DJ, não se esqueça,
Mexa o popozão, mas também a cabeça.


seminários..

O último post foi uma parte do nosso seminário apresentado na aula de Planejamento de Mídia no último dia 17/09.

O assunto é delicioso, e está super em alta..o que mais se fala por aí é que a Mídia externa (out of home) é a mídia do futuro.

E, esse é também o tema da palestra de amanhã (23/09) no Teatro da Puc às 19h, com certeza será muito interessante.

Quem puder ir, enjoy. ;)

Espero estar melhor amanhã, pois a sinusite há uma semana não me deixa em paz. Tosse, dor de garganta, dor de cabeça.. tá foda de aguentar.
Fico mais irritada ainda, pq não consigo estudar e nem trabalhar direito. Inclusive hj nem fui a agência =( e eu to adorando muuuito aquilo lá.

Volto depois pra dar notícias (melhores eu espero)..

bjs

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O sucesso da Mídia Out of Home

Mídia Digital Out of Home é a oferta de comunicação dirigida para audiências cativas e que se encontram fora de suas casas, mais especificamente em pontos de venda e/ ou em ambientes que exijam algum tipo de espera forçada.

Contatamos a ascensão dessa categoria de mídia através da enorme quantidade de monitores instalados em redes de supermercados, shopping-centers, bares e restaurantes ou aqueles estrategicamente instalados e transmitindo programação segmentada, para públicos que se encontram em elevadores, ônibus, metrô, trens, consultórios, etc.

Alguns profissionais acreditam que essa mídia é o futuro, e que devemos esperar que as massas fossem atingidas por esse meio segmentado e contextualizado. Esse conceito transcende a plataforma e aplica conceitos típicos da internet envoltos no mundo real. Ao contrário da TV, rádio ou mídia impressa, a mídia out-of-home é muito mais precisa no target; cada tela é controlada; tem ainda o potencial de ser o meio mais mensurável de todos, já que ao acompanhar a audiência em tempo real no ponto de vendas, permite também o cruzamento com dados de vendas efetivas realizadas.

De um modo geral, esse meio combina o melhor dos dois mundos, a cobertura das mídias de massa, associada à capacidade de segmentação por nichos.

Veja o sucesso dessa mídia com os cases abaixo:


video


video

video




video

video

video

segunda-feira, 6 de setembro de 2010



Já chamei pessoas próximas de amigo e descobri que não eram. Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim. Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre... Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração! Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente! Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE! Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer: - E daí? EU ADORO VOAR!

Clarisse Lispector

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Minhas Férias, Pula uma linha, Parágrafo



Falar de férias é relembrar os tempos da infância, a casa da vovó, o cheiro do bolo saindo do forno, o quintal cheio de árvores com primos e vizinhos brincando até o sol se pôr, acordar tarde com o melhor café-da-manhã, pular corda, jogar bola, passear no parque e por que não um primeiro amor?

Viagem simples, mas cheia de novidades. A casa que é grande fica pequena, os numerosos quartos ficam apertados. Minha avó atrás da gente gritando pra não correr, pra vir comer, tomar banho e escovar os dentes, o meu avô escutando o rádio e dando gargalhadas dos causos contados. É uma alegria só.

Sempre vamos de carro na véspera do Natal, minha mãe fica andando pela casa achando que está esquecendo algo e meu pai impaciente grita para andarmos logo senão vamos chegar tarde. Minha irmã fica chorando porque quer levar os cachorrinhos e eu fico imaginando como serão os tão esperados dias na casa da vovó.

Quando as férias terminam, meus avós ficam tristes, eu também. Aí é hora de voltarmos para nossa casa, simples, é só fazer o caminho todo ao contrário, mas por acaso às vezes parece mesmo que é outra estrada e que não foi por ali que viemos, ou será que fui eu quem voltei diferente?

Ao chegar na escola, é sempre a mesma coisa: fazer uma redação com o tema: Minhas Férias. Todo mundo odiava, eu lembro. E eu, que sempre adorei redações, amava. Nunca tinha nada demais pra contar porque não fiz grandes viagens, era sempre a casa da vovó, as mesmas brincadeiras e os mesmos passeios, não que isso não seja interessante, mas o desejo de inovar era maior. O resto dos dias ficava em casa sem fazer nada, nada interessante, mas coisas absolutamente imperdíveis como acordar às 10 da manhã e ficar lendo na cama até sentir fome, sem saber se está na hora de almoçar ou de jantar.

A professora dava 30 minutos. Todo mundo tirava os cadernos novos da mochila, e pra deixar mais bonito usava e abusava das canetas coloridas. De repente, as férias de todos – inclusive as minhas – ficavam silenciosas. Onde já se viu férias sem barulho? Coloquei minhas férias lá no alto e bem no meio da página. Pulei uma linha. Parágrafo.

Começava a escrever tudo o que havia feito e na maioria das vezes inventava histórias mirabolantes, viagens à praia, ao Hopi Hari que só existiam nos meus sonhos. Não existe nada melhor que ser criança e poder sonhar, inventar, reiventar. É tudo tão simples, tão fácil, tão gostoso. Não me incomodava com nada, só queria viajar, mesmo que no papel. Como dizia uma velha propaganda de absorvente: incomodada ficava a minha avó!

Hoje vejo que mesmo dez ou quinze anos depois eu ainda amo fazer redações longas sobre minhas férias. Amo reviver essas viagens, esses passeios, as histórias, sempre inovando e inventando. Gosto de explorar o desconhecido, de fugir a regra, sair do padrão e incansavelmente buscar a criatividade onde quer que ela esteja. Gosto de escrever, reescrever, poetisar, polemisar, acredito que o grande barato da vida está nisso... viver sempre incomodada para nunca parar de criar.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Publicidade x Propaganda

Outro dia minha amiga me perguntou a diferença entre publicidade e propaganda, "não é a mesma coisa?" E, assim como ela, muita gente, até mesmo quem trabalha na área, não sabe a diferença entre uma e outra.

Puxei pela memória as aulas na faculdade. Lembro muito do Hildeu falando sobre isso, quando tentava explicar os supostos “irmãos gêmeos”.

Propaganda é o ato de divulgar idéias, conceitos e valores sem fins lucrativos. Publicidade é fazer isso com objetivo de lucro por parte do anunciante.

Quando alguém pede um minuto da sua atenção para falar sobre a vinda de Jesus, ela está fazendo propaganda da sua religião, pois o único interesse dela é te convencer a fazer parte da Igreja da qual ela participa. Mas se no meio desse discurso aparecer a marca de uma loja de artigos religiosos, transforma-se em publicidade.

Outro bom exemplo é a campanha de combate à dengue. Quando o Governo Federal veicula peças mostrando as formas de prevenção ao mosquito, isso é propaganda. Se a Raid faz o mesmo, é publicidade.

No dia a dia, acredito que essa diferença é irrelevante, afinal os publicitários trabalham com as duas formas de comunicação e em alguns momentos, elas se misturam. O importante é que a mensagem seja passada de forma clara e objetiva.

Por outro lado, é bom ficar por dentro desse assunto, pois é terrível um publicitário não saber diferenciar o que é propaganda do que é publicidade. É o mesmo que trocar o nome de dois gêmeos e não se importar com isso.


domingo, 22 de agosto de 2010

Comerciais premiados

Alguns dos comerciais mais premiados e emocionantes.


video



video




video

terça-feira, 20 de julho de 2010

Filme Bruna Surfistinha

Só na expectativa para assistir o filme da Bruna Surfistinha. Recheado de aventuras, perrengues e mto programa, o filme promete chocar e despertar muuuitas críticas, já que vai contra os preceitos de muita gente. Por isso que adoro. Li todos os livros, acompanhava o blog dela e é por isso que sou fã.

Quando tinha 15 anos falei pra minha professora que era fã da Bruna Surfistinha, por te conseguido sua indepedência, mesmo que de uma forma que eu nao acho legal, mas que correu atras dos seus objetivos, sonhos, se sujeitando a muita coisa que muitas mulheres nao aguentariam. Ela logo, falou: que isso Aline, não me decepciona não.. ainda mais você que é a que mais lê na sala e é tão influente..

Muitos conhecerão sua história agora e tirarão suas conclusões disso. Vendo-a de uma forma extremamente negativa, outros já tiram algum proveito de suas histórias, da sua vida e de sua "personagem".

Quando assistir, volto aqui pra fazer uma análise do filme em si!

Bjooooos ;)

sábado, 17 de julho de 2010

O amor acontece



Ontem assisti “O amor acontece”. O filme é bem fraquinho, previsível. Aliás, os últimos filmes da Jennifer tem sido assim. Uma pena.

A personagem dela, Eloise, é dona de uma floricultura, de bom coração e feliz com o que faz. Aaron Eckhart é o protagonista, um cara bonitão que perdeu a mulher em um acidente de trânsito. Após a perda ele se sente muito culpado (era ele quem estava dirigindo o carro bêbado) e decide então escrever um livro estilo "autoajuda" para as pessoas que passaram pela mesma situação: perderam entes queridos e não sabem como seguir a vida.

Eles se conhecem ao acaso, no hotel onde ele iria dar um seminário e a partir dai começam a se apaixonar..

Mas não foi essa superação do ator em amar novamente que me chamou mais atenção. Gostei principalmente da parte em que ele diz: "Em nossas viagens temos sempre que ter em mente, que, QUANDO UMA COISA ACABA, OUTRA COMEÇA!"

Fiquei pensando que ser feliz é isto. A simplicidade! Saber superar os problemas, as dores e os obstáculos que a vida nos impõe.
Quando uma coisa acaba, outra começa...não é necessariamente um novo relacionamento, segundo o filme: as vidas começam a seguir quando se termina um ciclo. Assim como o pai que perdeu um filho…aprendeu a começar uma nova empreitada; o próprio protagonista, começou algo novo após a morte de sua esposa, escreveu um livro, tornou-se uma espécie de guru para as pessoas que estavam em busca de um novo começo e as ajudou!!!

O Amor Acontece de várias formas, não só o amor de homem e mulher. Tanto é que só no final que eles ficaram juntos, seguindo a linha que amor é amor em todas as circunstâncias.

Portanto não devemos ficar sofrendo a vida toda com alguma coisa que não deu certo, se acabou é porque era pra ser assim.. e com certeza algo novo começará trazendo boas experiências.

=) é isso.

terça-feira, 18 de maio de 2010


Boa noite amores, já deixou o dia de alguém mais feliz hoje?

Quando se acredita no valor de uma pessoa e se faz o máximo para que ela seja feliz, infalivelmente ela corresponderá a esse sentimento. E a alegria resultante dos esforços empreendidos cria mais valores positivos e desencadeia um crescente desenvolvimento que irá transformar uma vida, uma família, um país e o mundo. Tudo depende da decisão e da ação de uma única pessoa.

“Quando alguém está se afogando, não basta ficar ao seu lado e dizer que ‘alguém deveria pular e salvá-lo’”.
A história necessita de pessoas que agem, não daquelas que apenas dizem o que os outros deveriam fazer.

Bjão pra vcs!

terça-feira, 11 de maio de 2010

Propaganda Seara

Quanto tempo sem passar por aqui =/ admito que o twitter tem consumido todo o meu tempo ocioso. Mas, prometo que isso irá mudar e eu tentarei postar pelo menos uma vez por mês..

Hoje mostro pra vcs um vídeo, que como publicitária, tenho que parabenizar o belíssimo trabalho da Agência África e o mestre Nizan Guanaes. Achei hilária a propaganda da Seara patrocinadora da seleção brasileira, com os jogadores Robinho, Neymar e Ganso dançando single ladies.

Espero que curtam tb!

bjos ;*

video

domingo, 31 de janeiro de 2010

Palavras do coração..

Palavras do Coração
Bruna Caram

São sorrisos largos
Lagos repletos de azul
Os corações atentos
Ventos do Sul
São visões abertas
Certas despertas pra luz
A emoção alerta
Que nos conduz


Sonhos aventuras
Juras promessas
Dessas que um dia acontecerão
Você me daria a mão?
Todos esses versos soltos dispersos
No meu novo universo serão
Palavras do coração


São os artifícios
Vícios deixando de ser
Os velhos compromissos
Pra esquecer
São pontos de vista
Uma conquista comum
O mesmo pé na estrada
De cada um


Sonhos aventuras
Juras promessas
Dessas que um dia acontecerão
Você me daria a mão?
Todos estes versos soltos dispersos
No meu novo universo serão
Palavras do coração

sábado, 30 de janeiro de 2010

Viva 2010!













VIVA 2010!

Na hora que os fogos explodirem no céu, o seu coração fará a maior festa!
Haverá em toda parte um maravilhoso desejo de que o mundo encontre seu rumo.
É um novo tempo!
Um novo caminho.
Que os sonhos sejam conquistados.
E muitos outros sonhos sonhados.
Quando o relógio marcar meia noite [uma convenção do tempo]
esteja você em qualquer que seja o canto desse mundo
deixe que os momentos ruins partam junto com o ano que se vai.
Esqueça as tristezas.
Isso foi aprendizado.
Abrace esse ano que chega com muito amor.
Um mágico 2010 para todos nós!

Campanha 3G AD

Muito legal esse vídeo.. e só quem ama os animais (como eu) sabe o quanto eles nos emocionam.


video